Fruticultura: software gratuito ajuda a diagnosticar problemas nas culturas de morango, maçã e pêssego

18 de agosto de 2020 3 mins. de leitura
Sistema utiliza Inteligência Artificial (AI) para diagnosticar doenças e outros problemas nas culturas de frutas
Quer impulsionar seus negócios? Se inscreva no Summit Agronegócio, evento que reúne os maiores especialistas em agro do País. *** O uso da tecnologia na agricultura — cada vez mais frequente e necessário — pode acontecer de forma muito mais simples do que em sensores e maquinários complexos: ela pode estar na palma das mãos do agricultor, por meio dos aplicativos de celular. Um exemplo disso é o sistema Uzum, criado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), para auxiliar no diagnóstico de problemas na fruticultura. O sistema Uzum funciona dentro do site da Embrapa e é disponibilizado gratuitamente. Sem que o usuário precise fazer qualquer cadastro, basta ele acessar o site e selecionar a cultura — atualmente, há quatro disponíveis: uva, morango, maçã e pêssego. Depois disso, o sistema faz uma série de perguntas sobre os sintomas observados no pomar: folhas com manchas ou necrosadas, raízes com nódulos, plantas sem vigor, presença de insetos, entre outros. Cada pergunta conta com uma série de fotografias, para que o fruticultor possa compará-las e responder corretamente. Ao final do questionário, o sistema calcula quais são os problemas mais prováveis, de acordo com as respostas, e direciona o fruticultor a artigos explicativos sobre cada uma das doenças ou pragas.
Sistema faz uma série de perguntas e mostra fotos para comparação (Fonte: Embrapa/Reprodução)
Sistema faz uma série de perguntas e mostra fotos para comparação. (Fonte: Embrapa/Reprodução)

Sistema atualizado constantemente

O sistema Uzum foi criado por especialistas da Embrapa Uva & Vinho, em parceria com a Embrapa Clima Temperado (morango e pêssego) e o Instituto Federal do Rio Grande do Sul (uva). Os pesquisadores criaram uma base de conhecimento sobre as principais doenças, pragas e problemas de nutrição de cada cultura. Essa base serviu como estrutura para criação das perguntas e das regras que processam as respostas do usuário. O primeiro sistema a ser desenvolvido, nesse modelo, foi o Uzum-uva, criado em 2011. Agora, em 2020, a Embrapa expandiu o sistema para maçã, pêssego e morango. A ideia é atualizar a base de dados constantemente, para abranger mais problemas de cada cultura. Em sua última atualização, o Uzum podia diagnosticar 22 problemas na maça, 22 no pêssego e 23 morango. O sistema para a viticultura, existente há mais tempo, já conta com 53 distúrbios catalogados.
Viticultura foi a primeira atendida pelo sistema Uzum, que hoje auxilia produtores de quatro frutas (Fonte: Freepik)
Viticultura foi a primeira atendida pelo sistema Uzum, que hoje auxilia produtores de quatro frutas. (Fonte: Freepik)
Contudo, é interessante observar que o sistema faz uma investigação rápida, portanto análises técnicas e laboratoriais podem ser necessárias para um diagnóstico definitivo e resolução correta do distúrbio. Assim, o Uzum pode ser uma ferramenta muito útil para fazer uma pesquisa inicial sobre o problema e descartar algumas hipóteses — principalmente se considerarmos que a ação rápida pode ser essencial para o pomar. Quer saber mais sobre soluções tecnológicas que ajudam na identificação de doenças das frutas? Participe do evento Summit Agro, com os maiores especialistas no assunto. Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).
Gostou? Compartilhe!