Como aplicativos podem revolucionar o cultivo de hortaliças

Conectar informações e dados de modo a maximizar os benefícios da tecnologia é um dos benefícios do uso de aplicativos no dia a dia do campo

Como aplicativos podem revolucionar o cultivo de hortaliças
03/02/2020 • 3 min. de leitura

Propiciada pelo avanço constante da tecnologia, a Internet das Coisas revoluciona diversas áreas da indústria. Atuando como um ecossistema tecnológico que conecta diversos dispositivos para a otimização da troca de informações, o campo agora também está sendo diretamente impactado por seus benefícios.

Acompanhar em tempo real o desenvolvimento do cultivo de hortaliças, por exemplo, já é uma realidade. Investimentos voltados para a expansão da comunicação entre profissionais técnicos e aqueles que vivem no campo já deixaram de ser necessidade e se tornaram uma exigência em certas culturas.

Desde agosto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) obriga a aplicação de procedimentos de rastreabilidade para fins de monitoramento e controle de resíduos de agrotóxicos. Na medida (Instrução Normativa nº 2/2018), são incluídos os produtores de citros, maçã, uva, batata, alface, repolho, tomate e pepino.

Como tais procedimentos envolvem o detalhamento das principais etapas pelas quais passam os produtos agropecuários antes de chegarem ao consumidor, o volume de tarefas, relatórios e informações exige um trabalho minucioso. E é aí que entram os aplicativos desenvolvidos para facilitar essa tarefa, como é o caso do software desenvolvido pela startup Elysios, de Porto Alegre.

(Fonte: Pexels)

Aplicativos otimizam o dia a dia rural

Coletar dados variados, acompanhar em tempo real a produção e rastrear diversos eventos, mesmo estando longe do campo, são vantagens proporcionadas pelo uso de aplicativos voltados a produtores que visam garantir a qualidade do produto final, como o da Elysios.

O controle e a automação para horticultura permitem, por exemplo, controlar pragas, identificar doenças e reduzir custos pela possibilidade de ações imediatas e certeiras na resolução de problemas. Os dados gerados, inclusive, podem ser utilizados para gerar perspectivas de volumes de safras e estratégias personalizadas para aumento de produtividade por meio do uso otimizado de insumos.

Caso o produtor tenha dúvidas do que fazer com tantas informações, outra grande vantagem das tecnologias recentes é a possibilidade de comunicação remota com profissionais técnicos. Dúvidas podem ser solucionadas pelo simples envio dos dados coletados por equipamentos projetados especificamente para a tarefa.

(Fonte: Pexels)

Otimização é a chave do avanço

O sucesso no cultivo depende, fundamentalmente, do planejamento aplicado. Evitar danos que podem ser previstos pelo acompanhamento rigoroso do dia a dia de fazendas é outra característica que pode determinar o sucesso do agricultor. Ao incorporar a tecnologia nos processos habituais, é possível direcionar esforços para assegurar soluções efetivas.

Temperatura, luminosidade e umidade são exemplos de variáveis que impactam diretamente na qualidade das plantas. Para acompanhar tais fatores, sensores são distribuídos no cultivo. Por meio da coleta de dados, que são processados por aplicativos acessados por celulares ou computadores, esses sensores indicam o melhor momento para irrigação e até mesmo quais nutrientes são necessários à saúde da horta. Não pense que as informações são utilizadas uma única vez e depois descartadas.

Projetando um histórico preciso das ações aplicadas e de quais foram seus resultados, a tendência é que a margem de erros supere, e muito, a de acertos na hora do manejo futuro. Além disso, profissionais especializados terão em mãos registros exatos relacionados a pragas, doenças, distúrbios e desastres.

Assim, eles podem indicar com precisão orientações de fertilização, poda, tratamento e manejo. Ao final, com dados de colheita registrados, novas estratégias podem ser aplicadas nos próximos cultivos. As tomadas de decisão, portanto, são facilitadas, e mesmo tarefas como agendamento de visitas podem ser realizadas a partir de alguns comandos.

Ganho de tempo e aumento de produtividade

Não são apenas as aplicações práticas no campo as beneficiadas pela proposta dos aplicativos que ajudam no cultivo de hortaliças. Tendo em mãos tantos detalhes a respeito da produtividade efetiva, a aquisição de crédito, por exemplo, tem mais chances de ser bem-sucedida.

Além disso, solicitar produtos necessários, como herbicidas, fertilizantes e, quem sabe, equipamentos especializados para aprimorar a infraestrutura da fazenda se torna tão simples quanto uma compra habitual pela internet – com a vantagem da assessoria constante de profissionais técnicos que saberão exatamente quais são as suas necessidades e os procedimentos mais adequados.

Aumento de produtividade, uso otimizado de insumos, economia de tempo e práticas efetivas são só o começo da Agricultura 4.0, capaz de conectar informações e dados de modo a maximizar os benefícios da tecnologia do presente e do futuro por meio de técnicas de inteligência computacional e computação cognitiva para auxiliar no processo de análise de um grande volume de dados.

Se interessou pelo assunto? Aprenda mais com especialistas da área no Summit Agro. Enquanto isso, acompanhe as notícias mais relevantes do setor pelo blog. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fontes: Grupo Cultivar, Agrishow Digital, Agro Link.