Crédito rural sobe 19% e atinge R$ 234 bilhões em menos de 1 ano

22 de julho de 2021 4 mins. de leitura
A previsão de R$ 236,3 bilhões para o crédito rural da safra 2020/21 deverá ser superada após a contração de saldos dos programas de investimento

Conheça o mais relevante evento sobre agronegócio do País

O Plano Safra contratou o volume de R$ 233,9 bilhões em crédito rural durante o período de julho de 2020 a maio de 2021, de acordo com o Balanço de Financiamento Agropecuário da Safra 2020/2021. O valor representa um crescimento de 19% em relação ao período anterior, quando foram contratados R$ 196,8 bilhões.

A expectativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) é de que, nesta temporada, a liberação de recursos supere a previsão inicial de R$ 236,2 bilhões. Isso deve acontecer porque os saldos dos programas de investimento ainda não contratados terão sua admissão efetivada a partir da autorização de reabertura das linhas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

As novas contratações estavam suspensas pela STN desde maio, por conta dos cortes no orçamento federal. No entanto, o Congresso Nacional aprovou a recomposição orçamentária em junho. Com isso, R$ 10,5 bilhões que estavam bloqueados poderão ser utilizados para crédito rural no Plano Safra em vigor.

Contratações do Crédito Rural

Previsão inicial do Plano Safra era de R$ 236,3 bilhões, mas deverá ser superada com suplementação do orçamento federal. (Fonte: Presidência da República/Isac Nóbrega/Reprodução)
Previsão inicial do Plano Safra era de R$ 236,3 bilhões, mas deverá ser superada com suplementação do orçamento federal. (Fonte: Presidência da República/Isac Nóbrega/Reprodução)

Todas as modalidades de crédito rural do Plano Safra apresentaram crescimento no valor de contratações em comparação com o mesmo período da temporada 2019/2020.

Os investimentos tiveram o maior aumento, com uma contratação de R$ 65,9 bilhões, um número 47% superior em relação à safra anterior. Os recursos liberados para a industrialização alcançaram R$ 11,4 bilhões, aumento de 11%, e para comercialização somaram R$ 21,8 bilhões, crescimento de 5%.

As contratações para custeio tiveram o maior volume admitido: R$ 117,1 bilhões, o que representa um crescimento de 21% na atual safra. Desse total, R$ 23,8 bilhões (alta de 5%) foram contratados a partir do Pronamp, R$ 16,1 bilhões a partir do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com crescimento de 25%, e R$ 77,1 bilhões (26%) das demais modalidades de custeio.

Leia também:

Plano Safra 2021/2022: cooperativas pedem aumento de recursos

Fundos privados ampliam oferta de recursos para o agronegócio

Quais são as inovações no setor de finanças do agronegócio?

Fontes dos recursos do Plano Safra

Poupança Rural foi a origem de 34% dos recursos aplicados em crédito rural até o momento. (Fonte: Shutterstock/daphnusia/Reprodução)
Poupança Rural foi a origem de 34% dos recursos aplicados em crédito rural até o momento. (Fonte: Shutterstock/daphnusia/Reprodução)

As fontes controladas foram responsáveis por 57% dos recursos utilizados nas contratações de crédito rural. Os recursos obrigatórios somaram R$ 48,4 bilhões e foram a principal fonte de recursos, representando 21% do total dos últimos 11 meses. Entretanto, a fonte teve uma redução de 4% quando comparadas ao mesmo período do ano anterior.

As fontes não controladas representaram 43% do total contratado. A Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), incluindo o crédito rural e as aquisições de Cédulas do Produto Rural (CPRs) e operações com agroindústria, totalizou R$ 46,5 bilhões, o equivalente a 20% do total liberado no Plano Safra atual e uma redução de 6% em relação ao período anterior.

Os recursos liberados a partir da poupança rural tiveram um aumento substancial de 47%, alcançando R$ 44,2 bilhões de maio de 2020 a julho de 2021, uma participação de 19% no total liberado. A poupança rural livre subiu 61%, com R$ 34,7 bilhões, o que significa 15% do total. 

Não perca nem um fato que acontece no agronegócio. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Congresso Nacional.

Este conteúdo foi útil para você?

151980cookie-checkCrédito rural sobe 19% e atinge R$ 234 bilhões em menos de 1 ano

Canal Agro