Valor da produção agropecuária bate recorde histórico em 2020

3 de fevereiro de 2021 3 mins. de leitura
Valor da Produção Agropecuária em 2021 pode chegar perto de R$ 1 trilhão, de acordo com estimativas de crescimento de 10,1% no ano

Notícias do campo

O agronegócio continua sendo um impulsionador da economia brasileira e quebrando recordes. Em 2020, o Valor Bruto da Produção (VBP) Agropecuária registrou R$ 871,3 bilhões, um crescimento de 17% frente ao ano anterior e o maior resultado da série histórica desde 1989. As primeiras estimativas para 2021 preveem alta de 10,1%, com resultado de R$ 959 bilhões.

O VBP é o principal índice da evolução do desempenho das lavouras e da pecuária ao longo do ano e corresponde ao faturamento bruto dos 26 maiores produtos agropecuários do Brasil. O valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços — Disponibilidade Interna (IGP-DI) da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O ranking dos principais produtos em 2021 aponta para soja, milho, café e algodão, responsáveis por 82,6% do faturamento esperado para as lavouras. A lista dos estados campeões na agropecuária deve permanecer com Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Valor Bruto da Produção Agropecuária em 2020

Carne bovina foi o terceiro produto agropecuário que mais contribuiu para o resultado do VBP brasileiro. (Fonte: Shutterstock/Fevziie/Reprodução)
Carne bovina foi o terceiro produto agropecuário que mais contribuiu para o resultado do VBP brasileiro. (Fonte: Shutterstock/Fevziie/Reprodução)

As lavouras continuam como destaque no VBP de 2020. A agricultura teve faturamento de R$ 580,5 bilhões, em alta de 22,2% em relação ao ano passado. A pecuária teve alta de 7,9%, com registro de R$ 290,8 bilhões.

Os produtos que mais contribuíram para o resultado foram soja, com faturamento de R$ 243,7 bilhões e crescimento de 42,8%; milho, com crescimento real de 26,2% e faturamento de R$ 99,5 bilhões; e carne bovina, que faturou R$ 126,3 bilhões e teve incremento de 15,6%, segundo dados técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Os resultados foram influenciados principalmente pelo movimento dos preços dos produtos no mercado interno e as exportações favoráveis para grãos e carnes, além da produção recorde da safra de 2020.

Destaques regionais

Milho é um dos destaque da produção de Mato Grosso e de outros estados do Centro-Oeste. (Fonte: Shutterstock/Roberto Tetsuo Okamura/Reprodução)
Milho é um dos destaque da produção de Mato Grosso e de outros estados do Centro-Oeste. (Fonte: Shutterstock/Roberto Tetsuo Okamura/Reprodução)

Centro-Oeste é a região com maior participação e responde por um terço do VBP do Brasil. Soja, milho e carne bovina produzidos na região respondem por R$ 216 bilhões, com destaque para o Mato Grosso e seu faturamento R$ 73 bilhões com a sojicultura. Os três produtos representam 77,41% do VBP da região.

A Região Sul é a segunda com mais concentração das três commodities, com R$ 105 bilhões de VBP para grãos e boi, o que representa pouco menos da metade dos R$ 221 bilhões totais produzidos pela agropecuária do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná. O Sul tem 57% do valor produzido pela carne de frango.

O Sudeste, terceira região com maior participação no VBP do Brasil, concentra mais da metade da produção sucroalcooleira do país, com R$ 42 bilhões dos R$ 70 bilhões faturados pelo setor. A região também produz 88% do VBP do café nacional.

Já conhece o Estadão Summit Agro? Saiba o que rolou na última edição do evento

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Canal Agro