Plantação de soja avança e reduz atraso da safra 20/21

8 de janeiro de 2021 3 mins. de leitura
Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul concluíram a plantação de soja prevista para a safra 20/21, mas alguns estados ainda estão longe do fim do plantio

Notícias do campo

A safra 20/21 de soja sofreu com a estiagem no início da plantação. No entanto, os sojicultores aceleraram o ritmo de semeadura e conseguiram recuperar parte do atraso inicial com a volta das chuvas na maioria do estado. Isso fez com que o plantio se aproximasse do mesmo patamar do ano passado.

De acordo com levantamento da consultoria Safras & Mercados, o Brasil já tinha plantado 38,4 milhões de hectares do grão até metade de dezembro, o que representa 93,5% da área prevista. O índice está um pouco abaixo da média histórica, de 94,3%, e da de plantio de 2019, quando 94,2% das lavouras já estavam semeadas no mesmo período.

Apesar disso, a semeadura tem avançado rápido a cada semana — na primeira de dezembro, o índice era de apenas 88,9%. Desse modo, alguns estados já concluíram seu plantio, mas a ausência de chuvas ainda prejudica a conclusão da semeadura da lavoura em algumas regiões do País.

Conclusão do plantio da safra 20/21

Três dos quatros estados produtores de soja conseguiram plantar toda a área prevista para 2020. (Fonte: Shutterstock)
Três dos quatros estados produtores de soja conseguiram plantar toda a área prevista para 2020. (Fonte: Shutterstock)

Uma faixa de lavouras de soja que começa a partir do Mato Grosso e vai até o Paraná, passando pelo Mato Grosso do Sul, conseguiu terminar o plantio da safra 20/21 do grão. Esses três estados estão entre os quatro principais produtores do grão no Brasil e ajudaram a elevar o índice de conclusão da semeadura.

Apesar do atraso no início da safra, os três estados conseguiram completar as áreas plantadas no início de dezembro, dentro da média histórica. Bahia, São Paulo e Minas Gerais estão próximos de concluir a semeadura, com 99% das lavouras plantadas na metade de dezembro, conforme informações da Safras & Mercados.

Goiás e Santa Catarina também estão com índices altos de plantio, apesar do atraso. Os produtores goianos já plantaram 97% de suas lavouras de sojicultura, enquanto os sojicultores catarinenses conseguiram plantar 95% da área total prevista para o grão no estado.

Falta concluir plantação

Sojicultores gaúchos sofrem com a estiagem e ainda não terminaram de plantar toda a área prevista para essa safra. (Fonte: Shutterstock)
Sojicultores gaúchos sofrem com a estiagem e ainda não terminaram de plantar toda a área prevista para essa safra. (Fonte: Shutterstock)

Por outro lado, regiões produtoras importantes ainda estão longe de semear completamente a safra. O Tocantins terminou a metade de dezembro com 82% das lavouras plantadas e, no mesmo período do ano passado, 95% da safra já havia sido semeada.

No Rio Grande do Sul, planeja-se plantar 6 milhões de hectares do grão nesta safra. No entanto, até a segunda semana de dezembro, havia semeado apenas 81%, segundo a consultoria Safras & Mercados. Um levantamento da Emater-RS aponta que o índice subiu para 93% na terceira semana do mês, mas ainda está abaixo dos 97% da última safra no mesmo período.

Em alguns casos, como Maranhão e Piauí, apesar de estarem, respectivamente, com apenas 77% e 68% das lavouras plantadas, os índices estão acima da safra passada, quando estavam com 70% e 60% das áreas já semeadas.

Conheça o maior e mais relevante evento de Agro do Brasil

Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Canal Agro