Como o clima em março deve impactar as safras?

2 de abril de 2021 3 mins. de leitura
Falta de chuva deve afetar plantações durante o mês de março

Notícias do campo

Conheça o mais relevante evento sobre agronegócio do País

O começo de ano tem sido bastante conturbado para os produtores agrícolas. Atrasos em colheitas, como a da soja, estão causando consequências na exportação e em outros cultivos, como o do milho. 

As primeiras informações mostram que março pode se tornar ainda mais complicado para alguns profissionais da área por conta do clima. O milho, por exemplo, deve sofrer com as projeções climáticas para este mês. 

O atraso da colheita de soja atrapalhou os planos de vários produtores brasileiros. (Fonte: Shutterstock/sondem/Reprodução)
O atraso da colheita de soja atrapalhou os planos de vários produtores brasileiros. (Fonte: Shutterstock/sondem/Reprodução)

Segundo a Somar Meteorologia, uma frente fria que está chegando ao Sudeste do Brasil deve promover mudanças climáticas e afetar as chuvas em todo país. Uma das principais consequências desse fenômeno será a formação de um bloqueio atmosférico, que deve segurar as pancadas de chuva na Região Sul. 

Leia também: 

Situação do milho

O milho está com o cultivo bastante prejudicado. Os produtores estão precisando lidar com uma baixa porcentagem da área plantada por conta do atraso da colheita de soja. Estimou-se que, até o final da primeira semana de fevereiro, apenas 1% do ambiente de cultivo do grão havia sido preenchido. 

O Paraná, que é o segundo maior produtor do milho segunda safra, deve ter que lidar com pancadas de chuva frequentes durante março, mas depois uma escassez prevista para o final de abril e começo de maio. Sendo assim, a safra deve passar por dificuldades. Isso acontece porque o período estimado para maior seca é exatamente aquele em que o milho necessita de mais umidade.

Fora a falta de chuva, ondas de frio podem atingir tanto o Paraná quanto o Mato Grosso do Sul e devem dificultar o cultivo do cereal que será plantado em março e abril. 

O cultivo do milho deve ser a principal "vítima" do clima durante os próximos meses. (Fonte: Shutterstock/lovelyday12/Reprodução)
O cultivo do milho deve ser a principal “vítima” do clima durante os próximos meses. (Fonte: Shutterstock/lovelyday12/Reprodução)

Atenção no Mato Grosso

Os produtores mato-grossenses terão que lidar com problemáticas diferentes dependendo da região das plantações. Um alto índice pluvial atingirá a parte noroeste do Mato Grosso, o que é uma consequência da Zona de Convergência Intertropical. Já as demais regiões do estado terão uma escassez de água.

Não perca nem um fato que acontece no agronegócio. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Portal Rondon. 

Canal Agro