Cana-de-açúcar: Conab divulga mapa das usinas ativas do Brasil

13 de julho de 2021 3 mins. de leitura
Ferramenta será utilizada como principal fonte de informação sobre a safra brasileira de cana-de-açúcar

Conheça o mais relevante evento sobre agronegócio do País

O Brasil é atualmente o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, tendo grande influência no mercado dessa commodity e de seus subprodutos, como o açúcar e o etanol. As lavouras nacionais são responsáveis por cerca de 40% de toda a produção mundial de cana.

São Paulo é o grande líder entre os estados produtores, representando sozinho mais de 100 unidades de processamento. Diante da força do País nesse setor, o acompanhamento e o monitoramento das safras é essencial para o direcionamento de ações e tendências dentro desse mercado. 

Buscando melhorar a comunicação no segmento, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) adicionou em seu site oficial uma ferramenta que será de grande utilidade para o acompanhamento da safra brasileira de cana-de-açúcar. 

O recurso disponibilizado consiste em um mapa completo, com a geolocalização de todas as usinas ativas atualmente no Brasil.

Leia também:

Quais são as inovações no setor de finanças do agronegócio?

Soja vira aliada na renovação de canaviais

O que esperar do mercado de cana-de-açúcar em 2021

Mapa das usinas ativas de cana-de-açúcar no Brasil

Por meio do site oficial da Conab, na seção de cana-de-açúcar, os produtores e os profissionais da área já conseguem acompanhar dados importantes sobre a safra no País. 

O portal informa que esse monitoramento é feito e divulgado “com o propósito fundamental de abastecer com informações e conhecimentos relevantes que auxiliem o governo federal a gerir as políticas públicas voltadas para o setor e apoiem a tomada de decisão dos agentes do mercado, tendo em vista sua importância estratégica e econômica para o Brasil”.

Os resultados são divulgados em quatro boletins anuais e também é possível conferir estudos sobre o Perfil do Setor do Açúcar e do Etanol no Brasil. Eles reúnem informações sobre o setor e tratam de aspectos ligados à fase industrial, agrícola e do sistema de produção.

A grande novidade é que agora, por meio desse portal, também será possível acessar um mapa com a geolocalização de todas as usinas de cana-de-açúcar ativas no Brasil. Para isso, basta acessar o Portal de Informações Agropecuárias da Companhia, no item Produção Agrícola/Mapeamentos-Visualizações. 

Os interessados poderão realizar o download ou apenas visualizar as informações. Para Downloads/Mapeamentos, basta baixar os dados no formato vetorial. 

Primeira estimativa sobre a safra 21/22 de cana-de-açúcar divulgada pela Conab

De acordo com análises e pesquisas feitas pela Conab, o setor de cana-de-açúcar deve enfrentar perdas no volume de colheita em comparação à safra anterior.

A primeira estimativa para a safra 2021/22 foi divulgada no dia 18 de maio de 2021 pela organização. O estudo prevê que o País deve produzir cerca de 628,1 milhões de toneladas de cana.

Esse volume é 4% menor do que o registrado na safra de 2020/21. Ao analisar os motivos dessa queda, os especialistas da Conab a associam com a redução de cerca de 3% da área de colheita na Região Sudeste, a principal produtora do País.

Atualmente, o Sudeste responde por 5,2 milhões de hectares de cana-de-açúcar, mas registra uma redução de cerca de 6,2% na produção, que está estimada em 402,2 milhões de toneladas.   

Não perca nem um fato que acontece no agronegócio. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Dinheiro Rural, Conab.

Canal Agro