Automação amplia produtividade e gera sustentabilidade no agronegócio

28 de outubro de 2020 3 mins. de leitura
Tecnologia de automação de processos ajuda agricultores e pecuaristas a preservar meio ambiente, reduzir custos e ter maior controle sobre a produção

Quer impulsionar seus negócios? Se inscreva no Summit Agronegócio, evento que reúne os maiores especialistas em agro do País.

***

A automação é utilizada nos processos agropecuários há muito tempo; os moinhos de vento e os sistemas complexos de engenharia hidráulica da Roma Antiga já se beneficiavam dessa ferramenta. Com a aplicação de conceitos como agricultura e pecuária de precisão, a realização de atividades sem intervenção humana direta se torna ainda mais comum.

A utilização de sistemas automatizados e robôs contribui para processos mais sustentáveis, com aumento de eficiência, redução de custos, segurança e qualidade de trabalho, além de diminuição dos impactos ambientais. A automação não garante só a competitividade como também o futuro da segurança alimentar e da bioenergia mundial.

A tecnologia pode ser aplicada de forma diversificada na propriedade rural, como em sistemas de irrigação, controle de maquinários agrícolas à distância, seleção de sementes, regulação do uso de agrodefensivos e monitoramento de animais, além de rastreamento de produtos desde a lavoura até o destino final.

Automação para sustentabilidade

Processos podem ser automatizados desde a semeadura até a colheita. (Fonte: Shutterstock)

O planejamento detalhado das operações aliado a ferramentas de monitoramento de frotas pode gerar economia de 10% de combustível ou redução de máquinas disponíveis com a otimização do processo, de acordo com um levantamento da Divisão de Agricultura da Hexagon, empresa que oferece tecnologia de informação para melhorar a produção agrícola. Com essas ferramentas, é possível definir rotas e otimizar máquinas por meio de automações sem desperdício de tempo ou de matéria-prima. Dessa forma, a tecnologia é a grande aliada da agricultura voltada à sustentabilidade.

“Adotar tecnologias que contribuem para uma agricultura inteligente e sustentável é uma prática com um leque de benefícios. Por vezes, a implementação é mais simples do que se imagina, por meio de soluções embarcadas, mas que trazem o setor para um novo momento”, avalia Bernardo de Castro, diretor da Divisão de Agricultura.

Redução de combustível e aumento de produtividade

Máquinas agrícolas controladas à distância podem trabalhar com eficiência em condições climáticas desfavoráveis. (Fonte: Shutterstock)

A tecnologia permite coordenar e sincronizar a movimentação de tratores transbordos por meio de um sistema de chamados e atendimentos, o que permite otimizar processos e promover economia de recursos. A Hexagon afirma que, em um dos casos de maior sucesso analisados pela empresa, a automação otimizou o tempo de operação de uma máquina colhedora aumentando a produtividade em 50% no dia, usando menos combustível pelo deslocamento reduzido e emitindo menos gases no meio ambiente.

Essa queda na locomoção seria equivalente ao aumento de capacidade de corte de uma colhedora em 50%, considerando a média do mercado nacional. Com a ferramenta, o maquinário passaria de uma produção de 720 toneladas para 1.080 toneladas diárias, atingindo 45 toneladas por hora.

Quer saber mais sobre adoção de automação na lavoura? Inscreva-se no Summit Agro, evento que reúne os maiores especialistas em agronegócio do País. 

Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Hexagon e Tecnoflex Agro.