Brasil inicia vacinação nacional contra febre aftosa

18 de maio de 2021 4 mins. de leitura
Cerca de 170 milhões de bois e búfalos de todas as idades devem ser vacinados contra a febre aftosa em 21 estados

Conheça o mais relevante evento sobre agronegócio do País

A febre aftosa pode causar um prejuízo econômico significativo na produção de bovinos, suínos, caprinos, ovinos e outros animais. A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) estima que a doença circule em cerca de 77% da população mundial de gado na África, no Oriente Médio, na Ásia e na América do Sul.

O Brasil é considerado área livre da febre aftosa desde 2018, mas depende de uma extensa campanha de imunização para ficar livre da doença. A campanha nacional deve abranger cerca de 170 milhões de bois e búfalos na maioria dos estados brasileiros, de acordo com informações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Nos estados do Acre, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia e Santa Catarina, além de 13 municípios do sul do Amazonas e cinco do norte do Mato Grosso, o Mapa proíbe a manutenção, a comercialização e o uso de vacina contra a febre aftosa, bem como o ingresso de animais vacinados de outras regiões, para garantir o status de áreas consideradas livres da febre aftosa sem a necessidade de vacinação.

Leia também:

Febre aftosa: entenda a gravidade da doença e a importância da vacinação
Indústria da saúde animal pode ser fundamental para a saúde humana: vacinas de covid-19
Por que amar a vacina e odiar o transgênico?

Vacinação contra a febre aftosa no Brasil

Vacinação contra febre aftosa garante sanidade animal e selo de exportação para carne bovina brasileira. (Fonte: Shutterstock/Wasu Watcharadachaphong/Reprodução)
Vacinação contra febre aftosa garante sanidade animal e selo de exportação para carne bovina brasileira. (Fonte: Shutterstock/Wasu Watcharadachaphong/Reprodução)

Em maio, a imunização será realizada em rebanhos bovinos e bubalinos de todas as idades em 21 estados, além dos municípios do Amazonas e do Mato Grosso que não suspenderam a vacinação. No caso do Espírito Santo, apenas os animais com até 24 meses devem ser vacinados na primeira etapa, em maio, e os demais serão imunizados em novembro.

Os produtores devem adquirir as vacinas apenas em revendas autorizadas. Desde a compra até a aplicação, inclusive no transporte, o produto precisa ser mantido em temperatura entre 2 °C e 8°C para garantir a eficácia da imunização. 

A aplicação deve ser realizada com dose de 2 mililitros na lateral do pescoço de cada animal, utilizando sempre agulhas novas, podendo ser no músculo ou embaixo da pele. Preferencialmente, a vacina deve ser aplicada nas horas mais frescas do dia para facilitar a contenção dos animais.

Após a imunização, o pecuarista precisa entregar a Declaração de Vacinação, junto da nota fiscal de compra das vacinas, ao órgão estadual de defesa sanitária animal. Isso pode ser realizado pela internet ou, quando não for possível, em postos designados pelo serviço veterinário estadual dentro dos prazos estipulados.

Plano Estratégico para Erradicação

O Brasil foi dividido para facilitar a transição para zonas livres de febre aftosa sem a necessidade de vacinação. (Fonte: Mapa/Reprodução)
O Brasil foi dividido para facilitar a transição para zonas livres de febre aftosa sem a necessidade de vacinação. (Fonte: Mapa/Reprodução)

O Brasil tem uma estratégia para criar e manter condições sustentáveis a fim de garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação. O Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa foi criado em 2017, alinhado ao Código Sanitário para os Animais Terrestres da OIE. 

O programa espera eliminar a necessidade de vacinação contra a febre aftosa em todo o território brasileiro até 2023. Em todo o mundo, 68 países já alcançaram esse status, inclusive Chile, Peru, Suriname e Guiana na América do Sul.

Não perca nem um fato que acontece no agronegócio. Inscreva-se em nossa newsletter.

Fonte: Diretoria de Agronegócio Itaú BBA. 

Este conteúdo foi útil para você?

147460cookie-checkBrasil inicia vacinação nacional contra febre aftosa

Canal Agro