Produção mundial de café deve aumentar em 2021

11 de janeiro de 2021 3 mins. de leitura
Departamento de Agricultura dos Estados Unidos faz balanço do mercado em 2020 e projeções para o próximo período

O café teve um ano positivo mesmo durante a pandemia, com aumento de 4% na produção mundial na safra 2020/2021. Esses números chamam atenção para um crescimento que deve continuar em 2021, de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), que analisou as nuances da produção de café em 2020 e as perspectivas para o próximo ano.

Produção mundial 

Segundo as informações coletadas pelo USDA, a temporada 2020/2021 deve atingir 175,5 milhões de sacas de café, com aumento de 7 milhões de unidades em comparação com 2019/2020, que gerou 168,5 milhões de sacas. Para a entidade, ainda que haja aumento na colheita, a exportação e o mercado mundial devem manter estabilidade em 2020/2021, com 117,5 milhões de sacas.

Café é um cultivo que funciona em ciclos bienais. (Fonte: Shutterstock)
Café é um cultivo que funciona em ciclos bienais. (Fonte: Shutterstock)

O café pelo mundo

Alguns países conseguiram manter estabilidade, o que impulsionou os números mundiais. É o caso da Colômbia e da Indonésia, que devem alcançar produção com, respectivamente, 14,1 milhões e 10,7 milhões de sacas. Entretanto, outros mercados que estavam promissores passaram por problemas, como é o caso do Vietnã, com previsão para colher 29 milhões de sacas de café — um bom número, mas 2,3 milhões menor do que em 2019/2020.

Com a queda desse mercado importante, a pergunta que fica é: o que gerou o aumento de produção?

Influência brasileira

O levantamento do USDA também indicou que os grandes responsáveis pela alta do café foram a exportação e a produção brasileiras, que têm previsão de crescer 40% até 2029. Por aqui, o cultivo do café arábica deve alcançar colheita de 47,8 milhões de sacas no período de 2020/2021, números que mostram aumento de cerca de 5 milhões de sacas em relação à temporada 2019/2020.

A explicação para o crescimento brasileiro e para a queda vietnamita pode ser o ciclo bienal do café, que acontece porque o grão precisa de um período de recomposição após um ano de alta produtividade.

Brasil é responsável por cerca de um terço da produção mundial de café. (Fonte: Shutterstock)
Brasil é responsável por cerca de um terço da produção mundial de café. (Fonte: Shutterstock)

A alta acaba causando diminuição no número de folhas e de ramos secos. Por consequência da necessidade de recuperação, é comum que aconteça uma temporada de queda seguida, então, por um ciclo de crescimento no cultivo do café.

Conheça o maior e mais relevante evento de Agro do Brasil

Fonte: Terra VIVA, Alltech.

Canal Agro