Tecnologias para o pequeno produtor

27 de setembro de 2019 3 mins. de leitura
Descubra quais são as novidades da tecnologia para o agronegócio e de que forma elas impactam o pequeno produtor

Apesar de a tecnologia ser um fator presente na vida da maioria das pessoas, ela nem sempre chega a todos os setores de forma igualitária. Enquanto o agronegócio representa 50% das exportações do Brasil e 25% do Produto Interno Bruto (PIB), ainda existem barreiras de acesso à inovação nesse setor.

• O Summit Agro será online e gratuito. Inscreva-se agora!

Por exemplo, muitos pequenos produtores ainda não vivem a era digital. A agricultura familiar tem cerca de 5 milhões de estabelecimentos e boa parte deles não conta com tecnologias básicas, como acesso à internet. E a tecnologia poderia trazer benefícios importantes para esses empresários, como a previsão de condições meteorológicas, o gerenciamento de recursos, a redução de desperdícios e até mesmo a gestão financeira.

A expectativa é que o agronegócio, no futuro, utilize a tecnologia tanto para melhorar a qualidade do que é colhido quanto para otimizar seu transporte e sua entrega. Mas o que está sendo feito agora especificamente para alcançar o pequeno produtor?

Tecnologia para pequenos produtores

O principal fator tecnológico que está melhorando não apenas a produtividade mas também a qualidade de vida dessas pessoas é o saneamento básico. De acordo com Carlos Renato Marmo, chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Empraba Instrumentação, menos de 20% das propriedades rurais brasileiras têm um sistema adequado para tratar o esgoto doméstico. A ausência desse recurso básico aumenta as chances de contaminação do solo e da água, além de ter como consequência uma série de doenças.

As tecnologias relacionadas ao saneamento básico são as mais acessíveis para o pequeno produtor: têm baixo custo e exigem pouca manutenção. Alguns exemplos são o jardim filtrante, que trata o esgoto com pedras, areia e plantas aquáticas; e a fossa séptica biodigestora, que trata o esgoto direto vaso sanitário enquanto produz um efluente que pode ser utilizado como fertilizante.

Novas tecnologias para o agronegócio

Na 25ª Agrishow, que ocorreu neste ano, inovações que podem ajudar pequenos, médios e grandes produtores foram apresentadas. A tecnologia sustentável, o grande assunto do momento, oferece soluções que dispensam o uso de produtos químicos para o controle biológico: com insetos que causam doenças em outros insetos, mas não prejudicam as plantas, isso pode ser feito da forma mais natural possível, diminuindo o uso de defensivos agrícolas.

Já se o uso de agrotóxicos ainda for necessário, a tecnologia também está reforçando a segurança dos produtos, com equipamentos de proteção individuais que impedem o contato do agricultor com os produtos químicos.

Em geral, a tecnologia está trabalhando para levar para o campo mais integração, facilidade e produtividade. O objetivo é que, no futuro, as inovações cheguem para todos, até para os pequenos produtores.

Participe do debate sobre tecnologias no agronegócio brasileiro. É online e gratuito. Inscreva-se agora!

Fontes: APTA, Sebrae.