Chuvas: como diminuir os impactos para o agronegócio

27 de março de 2020 4 mins. de leitura
Chuvas acima da média podem gerar prejuízos para o produtor rural. Porém, com o planejamento adequado e o uso de boas ferramentas, é possível proteger a produção

Fatores naturais impactam diretamente a produção agrícola. Temperatura, umidade, ventos e chuvas irregulares estão entre as principais condições às quais os produtores precisam se atentar. Para as épocas de estiagem, as técnicas já são muito difundidas, e existem sistemas avançados de irrigação a fim de conter os danos. Porém, no caso do excesso de chuvas no verão, ainda é necessário um trabalho de conscientização e proteção da lavoura.

Impactos do excesso de chuvas

chuvas-verao-agronegocio
(Fonte: Freepik)

Durante o período de semeadura, por exemplo, esse excesso pode atrasar toda a produção e, inclusive, inviabilizar determinados cultivos. Em outros estágios, é o uso de agrotóxicos que fica comprometido, pois as chuvas lavam as folhas — espalhando pragas e tornando necessária uma reaplicação. Ainda, a colheita fica comprometida nesse período, o que afeta diretamente a qualidade dos produtos.

Os fatores indiretos também contam muito. O excesso de chuva e o prolongamento dos períodos com sol encoberto diminuem a luminosidade que chega até as plantas, o que impacta o cultivar que necessita de mais sol. Além disso, os danos aos galpões que armazenam a colheita podem comprometer o produto.

Chuvas fortes e em excesso podem causar alagamentos e destruir pontes, o que prejudica o transporte dos alimentos e aumenta os gastos. A infraestrutura rural pode ser severamente comprometida após temporais, atrasando ou inviabilizando atividades de tratos culturais.

Por outro lado, algumas lavouras se beneficiam das chuvas acima da média; é o caso dos cafezais, por exemplo. A elevada umidade do solo traz ganhos para a produção de modo geral, o que pode aumentar, inclusive, a qualidade dos grãos nessa época.

De qualquer modo, com tantos possíveis prejuízos causados pelas chuvas irregulares, o mais importante para o produtor rural é se preparar.

Planejamento é a chave para diminuir o efeito das chuvas de verão

No planejamento das safras, é fundamental incluir os efeitos climáticos na gestão de riscos. Com isso, o produtor consegue minimizar os estragos causados pelo excesso de chuva, adequando os cultivos, adiando ou antecipando o plantio e a colheita.

Uso da tecnologia

previsao-de-chuva-tecnologia-do-campo
(Fonte: Freepik)

A Agricultura 4.0 já é uma realidade e o produtor pode aproveitar ao máximo o uso das tecnologias a seu favor. Aplicativos e softwares com previsões meteorológicas de curto e longo prazo podem auxiliar na hora de fazer o planejamento da safra. Além disso, outras tecnologias podem ser usadas para analisar a umidade do solo, observando se há risco de compactação e meios de melhorar a aplicação de insumos ou propor as soluções adequadas.

Sistema de agrofloresta

O sistema agroflorestal se baseia no plantio de diferentes espécies no mesmo espaço, com uma junção de cultivos agrícolas com arbóreos. Um dos principais benefícios desse sistema de plantação é a preservação do solo, pois evita a erosão e a consequente perda de matéria orgânica.

Outra opção é não adotar completamente o sistema, mas utilizar alguns preceitos dele. Assim, o produtor pode manter o solo coberto com resíduos vegetais, como a palha, e algumas plantas em crescimento, o que forma uma cobertura orgânica e diminui o impacto da chuva diretamente no solo.

Máximo de informações sobre agrotóxicos

As chuvas podem afetar diretamente o uso dos defensivos. Cada agrotóxico possui um tempo de ação; assim, ao obter todas as informações sobre ele e as previsões meteorológicas, é possível saber exatamente quando é a melhor época para aplicar cada um e evitar desperdícios.

Seguro agrícola

Outra prática cada vez mais comum no meio rural é o seguro-plantação. Produtores estão aderindo a eles como forma de se resguardar diante das adversidades climáticas.

Os avanços nas técnicas e tecnologias podem auxiliar muito o setor do agronegócio. E com o planejamento adequado, o produtor consegue diminuir os impactos das chuvas de verão na plantação.

Se interessou pelo assunto? Aprenda mais com especialistas da área no Summit Agro. Enquanto isso, acompanhe as notícias mais relevantes do setor pelo blog. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fonte: Summit Agronegócio, Mapa

Gostou? Compartilhe!