Soja: chuva prevista para 8% da área de plantio ajuda semeação

9 de novembro de 2020 3 mins. de leitura
A forte seca pode render alguns riscos para o plantio da soja, que absorve cerca de 50% a 55% do próprio peso em água

Quer impulsionar seus negócios? Se inscreva no Summit Agronegócio, evento que reúne os maiores especialistas em agro do País.

***

O Brasil está com o menor índice dos últimos 10 anos quando o assunto é o plantio de soja. Até a semana do dia 11 de outubro, somente 3,4% das áreas destinadas à safra 2020/21 haviam sido ocupadas. Entretanto, com a chuva prevista para as próximas semanas, os agricultores podem ter um alívio e um impulso para semeação: cerca de 8% das áreas de plantio devem receber chuva, o que deve promover o início do plantio efetivo do grão.

Uma plantação de soja em fase inicial de desenvolvimento. (Fonte: Shutterstock)
Uma plantação de soja em fase inicial de desenvolvimento. (Fonte: Shutterstock)

Chuva é uma esperança

A semeadura da soja precisa de algumas condições específicas para proporcionar a maior produtividade possível da lavoura. Entre as necessidades destacam-se a importância de uma boa disponibilidade de água e um solo com temperaturas acima de 15°C. 

Com a estiagem deste ano, muitas regiões tiveram que adiar o plantio. No Mato Grosso do Sul, porém, as chuvas das últimas semanas foram o suficiente para possibilitar um plantio seguro e promissor, de acordo com a Associação dos Produtores de Soja e Milho de MS (Aprosoja-MS).

Leia também: Seca deve atrasar safra verão: confira dicas para otimizar plantio

Bactérias podem ajudar grãos a resistirem à seca

A chegada das chuvas pode ser uma luz no fim do túnel para os produtores. (Fonte: Shutterstock)
A chegada das chuvas pode ser uma luz no fim do túnel para os produtores. (Fonte: Shutterstock)

Água não deve vir para todos

Porém, especialistas acreditam que a distribuição das chuvas não deve atingir todo o território nacional. Dessa forma, é muito provável que a umidade continue muito abaixo do esperado. Ainda assim, caso chova, a irregularidade no volume pode acabar não solucionando o problema. Por conta disso, o atraso na semeadura deve persistir.

Arriscando a semeadura da soja na seca

Começar as plantações em uma região com o solo seco ou com o índice de umidade muito baixo, pode criar alguns problemas que afetam a lavoura. Entre as consequências negativas estão um prejuízo de 50% da produtividade e um efeito preocupante no replantio. 

A seca atrapalha a produtividade e dificulta o replantio. (Fonte: Shutterstock)
A seca atrapalha a produtividade e dificulta o replantio. (Fonte: Shutterstock)

Com tudo isso, é importante ter paciência durante o período de estiagem. Ainda que pareça uma decisão lucrativa, o plantio da soja sem as condições corretas de solo pode acabar causando sérios prejuízos no terreno e no bolso do produtor. 

Quer saber mais sobre o plantio de soja? Inscreva-se no Summit Agro, evento que reúne os maiores especialistas em agronegócio do Brasil.

Fonte: Canal Rural, Notícias do Estado, Shutterstock, Correio do Estado.