Conheça 4 tendências na gestão agrícola que prometem revolucionar o agronegócio

27 de setembro de 2019 3 mins. de leitura
Entenda como elas podem ajudar a melhorar a produtividade

A revolução 4.0, com uma indústria mais automatizada, trocas de dados e influência da tecnologia, vem conquistando mais espaço nas sociedades, que a cada dia se tornam mais modernas; um reflexo claro disso é que a indústria vem se tornando cada vez mais automatizada. Essas novidades demoram um pouco mais para chegar ao campo, mas a tendência é que o agronegócio do futuro também embarque nessa onda e a gestão agrícola tenha seus processos facilitados pelo uso da tecnologia.

1. Uso de drones

Drones podem facilitar, e muito, a vida do produtor rural. Os Veículos Aéreos Não Tripulados (Vants), como também são chamados, têm inúmeras aplicações no agronegócio, e seu preço está ficando cada vez mais acessível. Dentre os usos possíveis dessa ferramenta, os destaques são o monitoramento e a coleta de dados da saúde da plantação, a detecção de pragas e doenças, além da segurança da propriedade.

Drone no Agronegócio (Fonte: Pixabay/Reprodução)

2. Terceirização

Com a tendência de utilizar tecnologias mais avançadas no campo vem a necessidade de mão de obra especializada. No já citado uso de drones, por exemplo, o profissional precisa saber interpretar os dados coletados pelo aparelho para criar relatórios e facilitar a tomada de decisão. Além disso, o mercado tem desenhado uma tendência a terceirizar a gestão financeira do agronegócio, para que os produtores possam se dedicar integralmente a sua atividade-fim e reduzam os custos internos.

3. Análise de dados

Com recursos tecnológicos sendo aplicados em diversos setores do agronegócio, há um volume de dados significativo para ser analisado, vindo das mais diversas fontes, por isso é necessário adotar sistemas que entendam e otimizem a leitura dessas informações. Com esse tipo de recurso é possível fazer a integração dos dados coletados por diferentes plataformas e ter uma visão completa do negócio.

4. Otimização do uso de recursos

A sustentabilidade é tema recorrente nas discussões sobre o futuro do agronegócio, e é preciso criar estratégias para continuar a produzir cada vez mais, mesmo contando com recursos limitados.

Nesse sentido, as práticas da agricultura de precisão podem ajudar, já que a metodologia interdisciplinar desse tipo de gestão, aliada ao uso de tecnologias como as já citadas, pode ser a quebra de paradigma que falta para o agronegócio brasileiro. Quando aliadas à agricultura de precisão, as tecnologias podem elevar a produtividade e eficiência das propriedades brasileiras, pois combinam os dados colhidos com um método de identificação de pontos de melhoria no processo produtivo.

O potencial do agronegócio nacional é gigante, e, combinado com ferramentas 4.0, o futuro parece cada vez mais promissor.

Curtiu o assunto? Reunimos especialistas e autoridades de diferentes áreas do setor de agronegócios. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fonte: SEBRAE, Jacto.

Gostou? Compartilhe!