No campeonato do meio ambiente vamos ganhar o jogo

9 de junho de 2021 4 mins. de leitura
Tejon avalia os gols que o Brasil fez e que também tomou no agronegócio

José Luiz Tejon Megido

Se o meio ambiente fosse um campo de futebol, como estaria o placar? Estamos marcando gols, mas também levando. Vamos ver primeiro os gols a favor:

1º gol a favor: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
Podemos comemorar na Semana Mundial de Meio Ambiente o programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono). Não se trata apenas de mais um plano que não ultrapassa as boas intenções, é real. Já temos mais de 50 milhões de hectares dentro dessa proposta com plantio direto na palha, integração da lavoura e da pecuária com 12 milhões de ha, e uma meta de 10 milhões de ha com lavoura, pecuária e floresta. Carbono mínimo e carbono zero são os objetivos. Também dentro desse gol, há os biodigestores, fazendo da biomassa energia elétrica, o biogás, com geradores criados para esse fim, como a empresa de geradores MWM.

2º gol a favor – Código Florestal
Outro golaço é o Código Florestal, que foi trabalhoso, difícil e teve uma magistral coordenação do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP). Temos a mais rígida lei florestal do mundo.

3º gol a favor – Coalizão dos atores
O terceiro gol vai para a iniciativa privada e para a sociedade civil organizada em iniciativas, como a Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura; Instituto Araguaia e um big data como o observatório da agropecuária, com apoio da CNA/Senar e do Mapa. Exemplo positivo da sociedade civil organizada, governo e iniciativa privada.

Muito bem, e agora os gols contra que estamos levando:

1º gol contra – Crime não combatido
Falta de governança no combate ao crime e o desmatamento crescente. A Polícia Federal registrou que o exército não está mais atuando no combate ao garimpo, e a alegação é falta de recursos… Crescendo o desmatamento ilegal na Amazônia, exatamente neste mês da semana mundial do meio ambiente, por relaxo da fiscalização e saída das tropas. Ficou legal para o ilegal.

2º gol contra – Reputação do Ministério do Meio Ambiente
Infelizmente, acusações da Polícia Federal brasileira a partir de uma exportação de madeira considerada ilegal pelos Estados Unidos deixam o comando do ministério numa situação extremamente delicada, sob o ponto de vista de reputação. Sabendo hoje com a ciência, que o drama dos dramas sobre o clima, o problema não é boi, não é agricultura, não é pecuária, mas sim o desmatamento.

3º gol contra – Código florestal ainda não implementado
Temos a melhor lei, o código florestal mais rígido do mundo, mas ainda não o implementamos. A não aplicação da Lei para punir ilegais é o pior de todos os gols que podemos tomar, pois 5% de ilegais sujam a imagem de 95% dos corretos, certos e éticos.

Então marcamos gols, mas também tomamos gols. Temos conhecimento, sabemos tudo o que precisa ser feito e, sem dúvida, vamos ganhar esse jogo que é bom para o País, para o cidadão brasileiro e para o mundo, além, é claro, para os agricultores do Brasil. Com sustentabilidade teremos segurança alimentar e saudabilidade dos alimentos.

*José Luiz Tejon Megido é colunista do Jornal Eldorado, doutor em Educação, mestre em Arte, Cultura e Educação pela Universidade Mackenzie; professor de MBA na Audencia Business School, em Nantes, na França; coordenador do Agribusiness Center da Fecap; membro do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) e do Conselho Científico do Agro Sustentável (CCAS) e sócio-diretor da Biomarketing.

Este conteúdo foi útil para você?

149420cookie-checkNo campeonato do meio ambiente vamos ganhar o jogo

Canal Agro