Como implantar a nutrição de precisão na produção de gado

29 de setembro de 2020 4 mins. de leitura
Nutrição de precisão garante a dieta correta para que animais possam aumentar produtividade com menos impacto ao meio ambiente

Quer impulsionar seus negócios? Se inscreva no Summit Agronegócio, evento que reúne os maiores especialistas em agro do País.

***

“A dieta do rebanho bovino afeta a eficiência dos sistemas de produção leiteiro e tem influência no meio ambiente”, essa foi a conclusão de um estudo realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Assim, a nutrição de precisão pode reduzir custos e diminuir a produção de substâncias com impacto ambiental na criação de animais. 

A nutrição animal deve ser planejada por profissional habilitado, que determinará a dieta mais adequada para as exigências do animal e com o melhor custo, conforme a fase de produção. Entretanto, durante a preparação do alimento, os tratadores podem cometer erros ou realizar adaptações que afetam o resultado nutricional dos animais.

Para superar esses obstáculos e garantir a correta alimentação do rebanho, a nutrição de precisão pode ajudar o pecuarista ao oferecer uma dieta mais próxima da necessidade do gado, com maior controle das informações. A tecnologia ajuda a reduzir os ingredientes utilizados na alimentação, proporcionando uma maior eficiência e sustentabilidade na produção.

Implantação de nutrição de precisão

pessoa alimentando gado
Nutrição de precisão garante melhoria da produtividade e menor impacto ambiental. (Fonte: Shutterstock)

A nutrição de precisão tem como principal objetivo o máximo aproveitamento da ração fornecida ao animal. Por meio de ajustes na dieta animal, é possível eliminar excessos na alimentação, economizar recursos financeiros e poluir menos o meio ambiente, sem perder os requisitos nutricionais necessários ao crescimento e à produtividade dos animais.

A nutrição de precisão exige uma mudança na forma como o manejo de animais é realizado na propriedade. O início da implantação da tecnologia na fazenda envolve a coleta de dados sobre composição dos alimentos e a exigência nutricional do gado. Essas informações são processadas em um software de modelo nutricional que produzirá uma dieta para ser seguida.

A equipe da fazenda deve preparar a dieta elaborada pelo computador e fornecer a alimentação aos animais, todo esse processo deve ser controlado e realizado com cuidado, para evitar desperdícios. Além disso, esse maior controle também permite a correta relação entre a dieta oferecida e a exigência nutricional do animal de acordo com cada fase de produção.

Benefícios da dieta correta

pessoa alimentando gado
Pesquisa da Embrapa mostrou importância do equilíbrio da nutrição animal. (Fonte: Shutterstock)

A pesquisa da Embrapa calculou o balanço de nutrientes em 14 vacas das raças Holandesa e Jersolanda em lactação durante um ano. Os animais foram divididos em dois grupos que receberam a mesma dieta, mas com percentuais diferentes na formulação do concentrado.

No primeiro, a dieta oferecida tinha 20% de proteína bruta por toda a lactação. No segundo, o ajuste proteico concentrado foi feito conforme a produção de leite média no período e as exigências nutricionais dos animais.

O estudo apontou que a utilização de uma dieta balanceada, além contribuir para a redução de custos e a melhoria da produtividade, é um fator importante na manutenção da saúde e longevidade dos animais. O equilíbrio na alimentação também diminui a produção de nitrogênio e fósforo, reduzindo o impacto no meio ambiente e facilitando a obtenção de licença ambiental.

Quer saber mais técnicas de nutrição do gado? Se inscreva no Summit Agro, evento que reúne os maiores especialistas em agronegócio do País.

Fonte: Universidade Federal do Paraná (UFPR), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Educa Point e Sociedade Nacional de Agricultura (SNA).

Gostou? Compartilhe!