Plant-based: o que é e como é o mercado?

Plant-based: o que é e como é o mercado?

Com um mercado cada vez maior no Brasil, alimentos plant-based, ou à base de plantas, buscam atender à demanda de consumidores que procuram dietas veganas ou vegetarianas

Segundo os dados da agência Euromonitor, cerca de 4 a cada 10 pessoas preferem produtos vegetais em alternativa ao consumo de carne por questões de saúde. Assim, o mercado de produtos plant-based tem-se tornado cada vez maior.

O que é  plant-based?

Alimentos plant-based são todos aqueles feitos à base de plantas. Em geral, são produtos altamente tecnológicos e produzidos industrialmente para aproximar os vegetais do sabor e da textura de alimentos com proteína animal.

Carne vegetal

É comum que alguns produtos plant-based recebam a denominação de “carne vegetal” ou “carne feita de plantas”. Segundo o The Good Food Instituto Brasil (GFI), o comércio internacional de produtos à base de plantas deve arrecadar US$ 10,9 bilhões em 2022.

É moda no Brasil!

Os chamados açougues veganos já são uma realidade pelo País. A substituição de produtos de origem animal por outros de procedência vegetal é algo que acontece na vida de muitos brasileiros. Engana-se quem pensa que tudo é muito novo: muitos produtos estão disponíveis há anos no mercado.

Crescimento mundial

Embora os seres humanos ainda produzam cerca de 330 milhões de toneladas de carne por ano para satisfazer seu apetite, a tendência é que os produtos plant-based ganhem cada vez mais espaço. Nos Estados Unidos, por exemplo, esse setor cresceu 27% somente entre 2019 e 2020.

Principais produtos à base de plantas

Se você for ao mercado hoje, é provável que encontre hambúrgueres, nuggets e até mesmo tortas 100% vegetais nas prateleiras. Soja, ervilha, beterraba e glúten são alguns dos ingredientes mais comuns para a produção dessas receitas.

Gostou de saber mais informações sobre o mercado de produtos plant-based? Compartilhe estes stories e espalhe o tema para mais pessoas!