Trigo: tudo o que você precisa saber para começar a produzir

10 de novembro de 2022 6 mins. de leitura
O trigo é uma fonte importante de energia para a nutrição humana e animal, sendo a segunda maior cultura cultivada no mundo

O trigo ocupa 20% de toda a área cultivada no mundo, com uma produção anual em torno de 800 milhões de toneladas, e é a segunda maior cultura de cereais, ficando atrás apenas do milho. O grão é uma importante fonte energética, que faz parte da dieta de boa parte da população humana mundial e também é usada na nutrição de bovinos, suínos e aves.

Os cinco maiores produtores mundiais de trigo são a União Europeia, a China, a Índia, os Estados Unidos e a Rússia. Antes da guerra, a Ucrânia produzia o sexto maior volume do grão, mas enfrenta dificuldades de cultivo e escoamento por conta do conflito.

No Brasil, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima que a produção do cereal alcance 9,5 milhões de toneladas na safra 2022/2023. O volume, ainda que alto, é insuficiente para atender a demanda interna de 12,7 milhões de toneladas, além das 2 milhões de toneladas exportadas, por isso, o País importa 65% do trigo consumido, sobretudo da Argentina.

História do trigo no mundo e no Brasil

Dois pães com ramos de uma planta do trigo
O pão, um dos principais subprodutos do trigo, é consumido mundialmente. (Fonte: Mariana Kurnyk/Pexels/Reprodução)

O vegetal foi domesticado por volta de 10.000 a.C. na antiga Mesopotâmia, onde era consumido em grãos com peixes e frutas. O processo de fermentação do trigo foi descoberto há 6 mil anos, dando origem aos primeiros pães. Em 2.000 a.C, os registros apontam que os chineses utilizavam o cereal para a produção de farinha e macarrão.

A triticultura foi introduzida no século 16 no Brasil, porém, a planta não se adaptou ao clima tropical, e foi apenas no século 18 que a cultura se desenvolveu no Rio Grande do Sul, mas foi dizimada pela ferrugem. Nos anos 1940, o cultivo começou a se consolidar no Sul do País, e recentemente a biotecnologia permitiu o plantio do grão no Centro-Oeste e Nordeste.

Leia também:

Como cultivar trigo?

Plantação de trigo
O Paraná é o principal produtor de trigo do Brasil. (Fonte: Guilherme Oliveira/Unsplash/Reprodução)

O trigo é uma gramínea com cerca de sete espécies diferentes em todo o mundo, para uso comercial e doméstico. O cereal é cultivado a partir de sementes, sendo plantado na primavera ou no inverno.

Ciclo da cultura de trigo

O ciclo de produção dura entre 100 dias e 170 dias, a depender das condições da lavoura, e é dividido em cinco fases:

  • plântula – da germinação da semente até o aparecimento das três primeiras folhas verdadeiras, a planta demora de 17 dias a 23 dias para se desenvolver;
  • perfilhamento – a fase de surgimento dos perfilhos dura de 15 dias a 17 dias;
  • alongamento – essa fase envolve o aparecimento do primeiro nó do colmo até a última folha da planta, com duração entre 15 dias a 18 dias;
  • espigamento – o surgimento da espiga, a floração, a frutificação e o início de enchimento dos grãos demora entre 12 dias e 16 dias;
  • maturação – nessa fase, que dura de 30 dias a 40 dias, acontece o término de enchimento e a maturação dos grãos, e as folhas e a espiga secam.

Incidência solar recomendada para o cultivo de trigo

O trigo prospera em condições de pleno sol. A planta precisa de, pelo menos, seis horas de luz solar direta por dia para se desenvolver. Uma razão pela qual as colheitas de trigo de inverno crescem mais lentamente é porque elas recebem menos horas de luz solar.

Solo e volume de água ideais para o cultivo de trigo

Um solo argiloso bem drenado é o ideal para o trigo, essa cultura não precisa de muita água e a maioria dos agricultores que cultivam grandes quantidades do grão dependem da chuva. Em locais com poucas disponibilidade hídrica, a plantação pode ser irrigada, especialmente por gotejamento.

Temperatura e umidade do ar recomendadas para o cultivo de trigo

O trigo é muito sensível às condições ambientais. A maior produtividade é alcançada com a umidade do ar em torno de 70%, e a temperatura do solo, para a emergência do trigo, deve ficar entre 15°C e 20°C. O trigo plantado na primavera pode suportar um clima mais quente, no entanto, temperaturas acima de 20°C são prejudiciais para o estabelecimento da cultura.

Adubação do trigo

O adubo não é necessário para o trigo durante seu ciclo de crescimento, mas enriquecer o solo antes do plantio é importante. A análise do solo deve ser realizada para verificar a necessidade de calagem ou suplementação de nutrientes. A adubação deve ser equilibrada, uma vez que os fertilizantes representam cerca de 25% dos custos de produção.

Época de plantio do trigo

A melhor época do plantio depende da região onde o trigo é plantado. No Sul do Brasil, a janela de semeadura acontece entre março e junho; já no Centro-Oeste e no Nordeste, o trigo sequeiro deve ser plantado entre janeiro e fevereiro, e o irrigado de abril a maio.

Semeadura do trigo

A semeadura pode ser realizada de forma mecânica ou manual, com uma profundidade de 2 centímetros a 5 centímetros. O espaçamento entre linhas deve ter entre 17 centímetros a 20 centímetros, com uma densidade média de 200 sementes a 400 sementes por metro quadrado.

Manejo de pragas e doenças no cultivo de trigo

As principais enfermidades que atingem o trigo são a giberela, o oídio, a ferrugem e a mancha amarela. Os pulgões, corós, lagartas desfolhadoras e percevejos são os insetos mais comuns na triticultura brasileira. A aplicação de defensivos agrícolas, bem como a rotação de cultura, colaboram para controlar as pragas e doenças.

Colheita do trigo

A colheita acontece quando a planta está com cor amarela, a espiga dobrando e os grãos duros. As máquinas colheitadeiras são indicadas para colher e descascar o cereal ao mesmo tempo e, após o processo, o trigo deve ser armazenado até que chegue o melhor momento para a comercialização.

Quer saber mais? Conheça a opinião de nossos parceiros especialistas sobre os principais temas do agronegócio.

Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Myfarm, Associação Brasileira Indústria Trigo (Abitrigo), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab)

Este conteúdo foi útil para você?

205740cookie-checkTrigo: tudo o que você precisa saber para começar a produzir