Trabalho rural: 5 profissões para quem quer trabalhar no campo

8 de julho de 2022 4 mins. de leitura
Com a modernização do agronegócio, surgiram novas opções de profissões do campo além da possibilidade de trabalhar diretamente nas culturas

Conheça o mais relevante evento sobre agronegócio do País

O agronegócio é uma das maiores forças da economia brasileira e também um dos grandes geradores de emprego do País. Isso começa pelos profissionais que trabalham diretamente no cultivo ou no trato com os animais — como agricultores, engenheiros agrônomos, veterinários, biólogos ou zootecnistas. Porém, com a modernização e o crescimento do setor, as possibilidades vão muito além disso.

A verdade é que profissionais das mais diversas áreas — como Humanas, Exatas e Tecnologia — podem encontrar emprego no campo, trabalhando para grandes fazendas e empresas que beneficiam produtos do agro. Além disso, novas profissões do campo estão surgindo a cada dia, oferecendo vagas de trabalho rural com oportunidade de crescimento.

Confira a seguir cinco opções de carreira no agronegócio.

Leia também:

1. Ciência de Dados

Especialistas em big data e ciência de dados são importantes para operar tecnologias do agronegócio (Fonte: Standret/Freepik)
Especialistas em dados são profissionais importantes para as tecnologias do agronegócio, como a agricultura de precisão. (Fonte: Standret/Freepik/Reprodução)

Há muito tempo que o agronegócio se modernizou e incorporou várias tecnologias em seus processos produtivos. Isso inclui o big data, com a coleta e o processamento de uma grande quantidade de dados que auxiliam na produtividade — no contexto da agricultura de precisão.

Por isso, há grandes oportunidades para especialistas em big data em fazendas, consultorias e outras empresas na cadeia produtiva do agronegócio. Nesses empregos, especialistas em Big Data, Programação e Ciência de Dados podem contribuir com informações essenciais, sendo profissionais muito valorizados.

2. Operação de drones

Os drones têm diversas utilidades no agronegócio e precisam de profissionais para operá-los (Fonte: user6702303/Freepik)
Os drones têm diversas utilidades no agronegócio e precisam de profissionais para operá-los. (Fonte: Freepik/Reprodução)

Continuando no assunto das tecnologias no agronegócio, os drones têm presença crescente no campo. Isso porque têm diversas utilidades, como tirar fotografias, medir áreas de cultivo, analisar o relevo ou aplicar produtos químicos.

Por mais que esses equipamentos tenham facilitado os processos — dispensando a necessidade de aviões, por exemplo —, sua operação não pode ser realizada por qualquer pessoa. Por isso, profissionais com conhecimento técnico no uso de drones para a agricultura e pecuária podem conquistar ótimas oportunidades de trabalho rural.

3. Gestão de fazendas

Como empresas, propriedades do agronegócio também necessitam de administração (Fonte: Shutterstock)
Assim como as empresas, as propriedades do agronegócio também necessitam de administração (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

O agronegócio, por definição, também precisa ser administrado de maneira profissional para obter lucro, que é o principal objetivo de qualquer atividade. As fazendas médias e grandes são verdadeiras empresas, com centenas de colaboradores, processos de produção bem definidos e uma ampla movimentação financeira.

Sendo assim, quem se especializa em Administração de Negócios, Gestão, Economia e outros cursos da área também pode seguir carreira no agronegócio, administrando propriedades.

4. Comércio Exterior

Profissionais de ComEx ajudam a levar o agronegócio brasileiro para o exterior (Fonte: Shutterstock)
Profissionais de Comércio Exterior também têm oportunidades no agronegócio brasileiro. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Depois que os produtos saem da fazenda, é comum que sejam exportados, uma vez que o agronegócio é um dos principais geradores de divisas da economia brasileira.

Nesse contexto, há muitas oportunidades para os especialistas de negociarem com outros países, pelos conhecimentos de logística e compreensão das regras de comércio internacional. Além do curso de Comércio Exterior (ComEx), essa carreira é uma opção interessante para quem se forma em Administração, Direito ou Relações Internacionais, entre outros cursos.

5. Agricultura urbana

A agricultura urbana busca construir espaços de cultivo em meio à cidade (Fonte: Shutterstock)
A agricultura urbana busca construir espaços de cultivo em meio à cidade. (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Mesmo pessoas essencialmente urbanas, que não se imaginam no campo, podem atuar na agricultura. Isso porque os desafios da produção de alimentos no mundo moderno, com a quantidade e a qualidade necessárias, geraram demanda pelo cultivo também na cidade.

Sendo assim, os profissionais de agricultura urbana aplicam conhecimentos de engenharia agronômica e biologia para construir estufas, hortas e até fazendas verticais para empresas, escolas, instituições públicas e clientes particulares.

Também é interessante salientar a questão das oportunidades no agronegócio para profissões que não estão diretamente ligadas a ele. É o caso de publicitários que fazem marketing para indústrias agro, jornalistas que cobrem o setor e economistas que produzem análises sobre ele.

Quer saber mais? Conheça a opinião de nossos parceiros especialistas sobre os principais temas do agronegócio.

Fonte: Via Carreira

Este conteúdo foi útil para você?

189850cookie-checkTrabalho rural: 5 profissões para quem quer trabalhar no campo

Canal Agro