Conheça o evento

Melhores alimentos para plantar em apartamentos

Alface, tomate-cereja e cenoura são alguns dos alimentos ideais para espaços pequenos, como apartamentos

Melhores alimentos para plantar em apartamentos
21/04/2020 • 3 min. de leitura

Muitas pessoas têm o desejo de construir uma horta em casa. Porém, a falta de espaço às vezes acaba desencorajando a ideia. Esse é um problema de quem mora em apartamento, por exemplo. Contudo, existem formas criativas de se cultivar algumas plantas para consumo próprio, mesmo em espaços reduzidos, como a sacada ou a janela de um apartamento.

E há bons motivos para fazer isso. De acordo com uma pesquisa realizada pela Kantar em diversos países, 45% dos entrevistados preferem comprar produtos orgânicos. Ter o próprio cultivo pode atender a essa demanda por alimentos mais saudáveis, mesmo em épocas de surto do novo coronavírus, quando as feiras estão sendo feitas em menor escala.

Pensando nisso, quais são os melhores alimentos para cultivar em pequenas áreas, como apartamentos? Existem algumas espécies de plantas que conseguem prosperar mesmo em ambientes com espaço apertado, pouca exposição à luz solar, sem insetos polinizadores e água da chuva.

Confira quais plantas podem ser cultivadas em uma horta residencial e os cuidados que você precisa ter com cada uma dessas espécies.

Alface

Alface cultivada em horta em casa.
(Fonte: Shutterstock)

A alface é um dos vegetais mais fáceis de cultivar em uma horta domiciliar. Mesmo em apartamentos compactos, com apenas uma varanda pequena, é possível fazer essas folhas crescerem em vasos ou canteiros. Como as sementes de alface se desenvolvem em quase qualquer condição, bastando apenas muita luz solar, dá para cultivar uma grande variedade dessas plantas ao mesmo tempo.

Apenas é preciso se lembrar de regá-las todos os dias (especialmente em áreas quentes) e manter a terra onde a semente está plantada sempre úmida.

Tomate-cereja

Tomate cereja cultivado em horta em casa.
(Fonte: Shutterstock)

O tomate-cereja é uma espécie um pouco menor e com um sabor mais adocicado quando comparado ao tomate convencional. Geralmente é usado em saladas ou para dar um toque especial no visual dos pratos. Para cultivá-los em casa, é preciso que a planta receba entre quatro a cinco horas de sol por dia e seja regada com frequência para que dê muitos frutos.

Cenoura

Cenoura cultivada em orta em casa
(Fonte: Shutterstock)

Apesar de terem um ciclo produtivo relativamente longo – demorando cerca de três meses para ser colhida –, a cenoura é outra boa opção para se cultivar em uma horta residencial. Contudo, é preciso plantar as suas sementes em vasos profundos, permitindo ao vegetal se desenvolver por completo.

Temperos, ervas e condimentos

Temperos, ervas e condimentos cultivados em horta em casa.
(Fonte: Shutterstock)

Nessa categoria, existe uma grande quantidade de temperos, ervas e condimentos que podem ser cultivados em uma horta em casa que receba bastante luz. Plantas como hortelã, alecrim, salsa, salsinha, coentro, manjericão, cebolinha, tomilho, pimenta, orégano, sálvia e folha de louro são apenas alguns exemplos que podem ser cultivados na varanda de um apartamento sem muito espaço.

Essas plantas não precisam de grandes quantidade de água, basta apenas manter a terra bem úmida. Uma das grandes vantagens é a possibilidade de cultivar esses temperos em vasos pequenos e até recipientes reciclados de garrafas PET, por exemplo.

Pepino

Pepino cultivado em horta em casa.
(Fonte: Shutterstock)

O pepino pode ser usado em saladas ou acompanhamento de diversos pratos. Além disso, é um ótimo alimento para ser cultivado em apartamentos devido ao seu rápido crescimento e facilidade de adaptação. Ele precisa ser regado diariamente para manter o seu crescimento e ser, preferencialmente, plantado em vasos profundos (com uma altura acima de 30 centímetros).

Espinafre

Espinafre cultivado em horta em casa
(Fonte: Shutterstock)

Cultivado sob as mesmas condições da alface, o espinafre também é uma boa opção para quem quer cultivar vegetais no próprio lar. Quando for cortar algumas folhas para consumo, basta apenas manter o restante bem regado e exposto ao sol para que a produção continue normalmente.

Se interessou pelo assunto? Aprenda mais com especialistas da área no Summit Agro. Enquanto isso, acompanhe as notícias mais relevantes do setor pelo blog. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fonte: BistroVeg.