Conheça o evento

Fazendas verticais são a solução para um cultivo mais sustentável

O crescimento populacional e a escassez de áreas de cultivo impulsionam a busca por novas formas de cultivo

Fazendas verticais são a solução para um cultivo mais sustentável
08/10/2019 • 2 min. de leitura

Em 2016, a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou um relatório em que apresentava projeções para cidades de todo o mundo. O dado mais alarmante do documento indica que até 2030 mais de dois terços da população do planeta deverá viver em áreas urbanas. Isso quer dizer que teremos menos mão de obra no campo e as cidades terão que desenvolver as próprias soluções para a demanda por alimentos.

Outro fato que corrobora para esse cenário de urgência na produção é a projeção de crescimento populacional, que aponta nos próximos 30 anos para um acréscimo de 1,5 bilhão de pessoas se alimentando ao redor do mundo. Tendo em vista o tamanho do desafio, soluções como as fazendas verticais são muito bem-vindas.

(Fonte: Shutterstock)

O que são fazendas verticais?

Esse tipo de cultivo é feito em estufas verticais que podem ser projetadas nos prédios urbanos. Por ser baseada em estufas, a produção é perene, ou seja, independe do clima. Essa, inclusive é uma das grandes vantagens do modelo, já que as mudanças climáticas devem ter grande impacto nos modos tradicionais de produção de alimentos.

O criador do conceito é o pesquisador da Universidade de Columbia, Dickson Despommier, e a sua ideia vai muito além de simples estufas. A iluminação deve ser gerada por LED para possibilitar a fotossíntese substituindo a luz natural, e o sistema deve ter soluções integradas de Internet das Coisas (IoT) para captar o máximo possível de dados para que haja melhor aproveitamento da luz e da água, evitando desperdícios. Esses aspectos fazem com que a previsibilidade da produção de alimentos seja maior, pois o cultivo não está à mercê de secas, geadas e pragas.

(Fonte: Shutterstock)

Vantagens e mais vantagens

Outra grande vantagem do sistema de fazendas verticais é a diminuição do uso de defensivos agrícolas e melhor utilização da água, já que o sistema de hidroponia consome 30% menos recursos hídricos que os cultivos tradicionais. Além disso, como o projeto é todo controlado, pode ser aplicado em qualquer região do planeta, levando alimento para locais isolados ou com pouco potencial agrícola.

As vantagens desse projeto são inúmeras, como podemos ver. E as fazendas verticais podem dar uma solução para outro grande desafio: o lixo. Nesse sentido, esse material orgânico produzido poderia ser reaproveitado como adubo para o próprio cultivo.

Os desafios impostos ao futuro da agricultura são grandes, mas soluções como as fazendas verticais mostram que é possível superá-los usando o que a humanidade tem de melhor: inteligência e tecnologia.

Curtiu o assunto? Reunimos especialistas e autoridades de diferentes áreas do setor de agronegócios. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fonte: USP, Deutsche Welle, Instituto Plant Smart City.