Biomassa: quando a agricultura gera energia

Fonte de energia a partir de resíduos pode ajudar a suprir a necessidade mundial

Biomassa: quando a agricultura gera energia
08/10/2019 • 2 min. de leitura

O Brasil tem um grande potencial para usar energias renováveis devido a sua vasta diversidade natural. Com a crescente necessidade de utilizar essas fontes de energia para combater os problemas ambientais, muitos países têm olhado com mais atenção para a biomassa como uma das possibilidades de gerar grande impacto nessa problemática.

Podendo ser de origem animal e vegetal, a biomassa é uma fonte renovável que pode gerar energia com matérias orgânicas. Esse material pode ser obtido em resíduos da cana-de-açúcar, carvão, esterco, entre outras tantas possibilidades. Boa parte da sua produção se dá através da queima da matéria-prima, chamada também de combustão direta. Com esse processo, que geralmente é feito em caldeiras ou fornos, gera-se calor pela transformação energética química.

Biomassa (Fonte: Portal Energia/Reprodução)
(Fonte: Portal Energia/Reprodução)

Há outros métodos, como a gaseificação (transformação de elementos sólidos em gasosos) e a pirólise (transformação de um combustível de menor qualidade em um de melhor qualidade). Este último é o processo mais antigo, usado em fazendas no aquecimento de resíduos para a obtenção de carvão.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), como a biomassa não tem um viés comercial, as informações ainda são muito incertas sobre o seu uso. Contudo, há uma estimativa de que sua utilização seja por volta de 14% de todo o consumo mundial de energia primária, sendo que há lugares, como o continente africano, em que corresponde a 60%.

No Brasil, parte significativa do uso da biomassa para geração de energia é derivada do setor sucroalcooleiro, já que a quantidade de resíduos gerada pelo uso da cana-de-açúcar é muito grande. Outros materiais que se apresentam com grande potencial de uso no País são os derivados do óleo de palma (dendê), da casca de arroz, da castanha de caju e da casca do coco-da-baía.

Biomassa (Fonte: Primeira Notícia/Reprodução)
(Fonte: Primeira Notícia/Reprodução)

O uso de biomassa no Brasil é importante, uma vez que o País tem grande produção agrícola e, por consequência, maior acúmulo de resíduos. Essa energia, além de renovável, é ótima para alcançar lugares que têm deficiência energética, fator que também dificulta a maior produção.

Dessa forma, os resíduos gerados pela agropecuária serviriam como fonte de energia para aumentar a própria produção. Outro ponto importante é a possibilidade de haver um comércio rentável para o produtor que tenha o interesse de vender essa mercadoria.

Portanto, pensar no uso da biomassa para a geração de energia pode ser preponderante para um crescimento ainda maior da agropecuária brasileira, potencializando sua imagem no exterior como forte candidato a se tornar o maior produtor do mundo.

Curtiu o assunto? Reunimos especialistas e autoridades de diferentes áreas do setor de agronegócios. Para saber mais, é só clicar aqui.

Fonte: Agência Nacional de Energia Elétrica, Sociedade Nacional de Agricultura, Ecycle.