Fazenda produtora de azeite premiado abre a porteira para turistas

23 de dezembro de 2019 4 mins. de leitura
Localizada na divisa de São Paulo com Minas Gerais, a Irarema introduz o visitante na milenar cultura das oliveiras

Há poucos anos, as oliveiras começaram a ocupar espaço na Serra da Mantiqueira, mais especificamente na divisa de São Paulo e Minas Gerais. A cultura milenar do azeite vem compartilhando a área com o café, lavoura predominante na região. No caso da fazenda Irarema – propriedade de 500 hectares na cidade de São Sebastião da Grama (SP) –, os primeiros 5 mil pés foram plantados em 2015.

“No ano passado, eu produzi as primeiras 260 garrafas de azeite e mandei uma amostra para a New York International Olive Oil Competition [maior evento do tipo no mundo]. Entre 1.032 amostras do mundo inteiro, ficamos em primeiro lugar”, diz Moacir Carvalho Dias, filho de Maurício Carvalho Dias, o proprietário da fazenda.

Na época, o patriarca até reclamou: “Por que você vai mandar, se nem temos azeite para vender?”. Mas, como azeitólogo, Moacir queria saber se o seu blend estava bom. A premiação voltou os holofotes para a Irarema, que abriu a porteira ao turismo em maio do ano passado.


Leia mais
Vinhos de qualidade atraem turismo na Serra Catarinense
Brasil é reconhecido como exportador de cacau fino


“Hoje, o meu ganha-pão principal é o turismo. Recebo 500 pessoas por fim de semana”, diz Moacir. A fazenda Irarema  fica a cerca de 250 quilômetros da capital paulista. O empreendimento é aberto à visitação aos sábados e domingos durante todo o ano. No período de férias, entre dezembro e janeiro, também abre às sextas-feiras. Às 10h30 e às 14h30, o visitante pode fazer o tour do azeite.

O passeio dura uma hora e meia e custa R$ 50 por pessoa. É uma visita guiada, em que o turista conhece os olivais e a fábrica onde a azeitona é processada. O programa termina com uma degustação. Segundo o azeitólogo, um azeite extravirgem de excelência precisa ter frescor (ter sido fabricado, de preferência, naquele ano), picância e amargor. Este último indica a presença de polifenóis, substâncias antioxidantes que são uma das melhores indicações de qualidade do azeite.

O tour não é obrigatório. O turista pode simplesmente passear pela fazenda e admirar a paisagem; tomar um brunch no estilo americano; visitar as lojas de azeite, de sabonetes à base de oliva e de carnes especiais. Tudo com o toque do fruto. Na cafeteria, por exemplo, é servido um pão com azeitona tostado na chapa com azeite.

Projeto Sustentável

Fruto de um investimento de R$ 6 milhões, o empreendimento da família Carvalho Dias foi planejado para ser sustentável. A fazenda Irarema tem uma usina solar que fornece toda a demanda de energia da propriedade. O lema é ser o mais natural possível e zerar os resíduos.

“Todo o meu bagaço [sobra do processamento da azeitona] vai para uma fábrica de adubo, feito com soro de leite, cinzas da caldeira e palha de café. Depois de pronto, volta para a lavoura”, diz o azeitólogo. No lagar (local onde o fruto é prensado) também não há desperdício.

O azeite extravirgem intenso da Irarema foi escolhido o melhor do mundo em competição em Nova York

As folhas das oliveiras que vêm junto com as azeitonas são destinadas a uma indústria farmacêutica. Depois da fabricação, os equipamentos são lavados, e o azeite que fica grudado nos maquinários é reaproveitado na fábrica de sabonetes, que resgata receitas da época dos romanos.

O projeto da fazenda Irarema é de 40 mil pés de oliveiras. Hoje, a propriedade tem 22 mil árvores plantadas. Para suprir a sua demanda crescente, a propriedade já compra matéria-prima de 11 produtores da região conhecida como planalto vulcânico de Poços de Caldas (MG) e também tem estimulado o plantio nas fazendas ao redor.

Serviço:

Fazenda Irarema

Aberta: de sexta a domingo (em dezembro e janeiro)

Horário: das 9h às 16h

Acesso: por Poços de Caldas, o mais fácil é ir até a Queijaria Vaca Amarela e depois seguir as placas indicando o caminho da fazenda ou colocar no GPS “Fazenda Irarema” ou “Azeite Irarema”

Por Lívia Andrade

Gostou? Compartilhe!