JBS pretende dobrar negócios com a China

8 de outubro de 2018 2 mins. de leitura
Empresa investe no aumento de capacidade de dois frigoríficos de carne bovina em Minas Gerais para atender à demanda do país asiático
A JBS acaba de investir R$ 45 milhões para dobrar a capacidade de dois frigoríficos em Minas Gerais para atender à demanda crescente da China. Desse total, a unidade de Ituiutaba recebeu R$ 27 milhões e a de Iturama, R$ 18 milhões. “Já atendíamos bem o mercado interno com essas plantas. Agora, com exportações para a China, iniciamos um segundo turno de operações”, conta Renato Costa, presidente da JBS Carnes. Ele não revela o volume produzido, mas destaca que os chineses representam 40% dos embarques a partir das duas fábricas mineiras. Para a JBS como um todo, a expectativa é terminar 2018 com crescimento de 125% no embarque de carne bovina para o país asiático. As reformas incluem modernização de equipamentos e um projeto que visa melhorar o fluxo dos processos industriais e, consequentemente, a produtividade. » Vem por aí. Outras quatro unidades de abate da JBS estão habilitadas a exportar carne bovina à China: Lins (SP), Andradina (SP), Mozarlândia (GO) e Barra do Garças (MT). Renato Costa conta que investimentos estão sendo feitos nas plantas goiana e mato-grossense, também com vistas ao mercado externo. “Estamos ampliando a capacidade de congelamento, estocagem e produção”, diz. Mais detalhe, acesse Estadão e confira a matéria na íntegra.
Gostou? Compartilhe!