Camex tira imposto sobre o couro wet blue

14 de setembro de 2018 2 mins. de leitura
Retirada de tarifa sobre a exportação do produto valoriza a arroba do boi A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) disse há pouco, em nota, que a decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) de acabar com o imposto de exportação sobre o couro wet blue vai impulsionar o preços da arroba do […]

Retirada de tarifa sobre a exportação do produto valoriza a arroba do boi

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) disse há pouco, em nota, que a decisão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) de acabar com o imposto de exportação sobre o couro wet blue vai impulsionar o preços da arroba do boi gordo. “Com o fim do imposto, a arroba do boi gordo deve ser valorizada, além de favorecer o aumento das exportações e viabilizar a melhoria da qualidade do couro”, disse o assessor técnico da Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da CNA, Ricardo Nissen. A CNA disse que defendia o fim da alíquota de 9% e que atuou junto ao governo nos últimos anos para acabar com a medida, que prejudicava a competitividade da pecuária brasileira no mercado internacional e a renda do produtor rural. O couro, que estava desvalorizado com a incidência do imposto, é um dos principais subprodutos do abate de bovinos e influencia na composição do preço da arroba. O produto é bastante exportado, principalmente para o mercado asiático. O imposto sobre o couro wet blue foi criado em 2000 a partir de uma demanda da indústria de calçados. Entretanto, na avaliação da CNA, as exportações deste segmento hoje representam um terço do que eram na época da criação da alíquota, o que demonstra a ineficiência da sua aplicação.    
Gostou? Compartilhe!