Corteva lança Cordius, nova marca de licenciamento de sementes

28 de junho de 2019 3 mins. de leitura
Produtores parceiros poderão multiplicar e comercializar oito variedades de soja do portfólio da empresa

Na segunda quinzena de junho, a Corteva Agriscience™ – que desde o início do mês é uma empresa independente, resultante da fusão das soluções agrícolas da Dow AgroSciences e da DuPont – apresentou ao mercado sua nova marca de licen­ciamento de sementes, a Cordius. Com a novidade, a partir de agora produtores rurais brasileiros poderão ter acesso às sementes de alta produtividade do banco de material genético (germoplas­ma) da empresa. “Queremos oferecer as nossas sementes a parceiros sele­cionados para que possam multiplicar e comercializar esses produtos”, expli­ca Roberto Hun, presidente da Corteva Agriscience™ para o Brasil e Paraguai.

O licenciamento consiste em dar a permissão a multiplicadores exclusi­vos, a serem selecionados pela pró­pria empresa, para utilizar e revender as sementes de uma determinada cul­tivar protegida, mediante pagamento de royalties. “Nossa estratégia é trabalhar com parceiros conceituados, entregan­do excelência em germoplasma e um modelo de negócio que gere rentabili­dade maximizada para toda a cadeia, reconhecendo o valor do multiplicador”, diz Christian Meyer Pflug, líder de Tra­tamento de Sementes América Latina e Enlist na Corteva Agriscience™.

A proposta da nova marca é fornecer genética de alta produtividade a multiplicadores selecionados

No momento, o foco da marca é a cul­tura de soja. Os testes pré-lançamento começaram no segundo semestre do ano passado. “A Cordius nasce com um portfólio totalmente renovado: são oito variedades que já possuem resultados expressivos nas principais regiões pro­dutoras”, ressalta Frederico Barreto, lí­der de Marketing de Sementes da Cor­teva Agriscience™ no Brasil.

Portfólio estendido

A Corteva já atua no mercado de se­mentes com outras duas marcas comerciais: Pioneer® e Brevant™. Nes­tes dois casos, no entanto, o modelo de produção e tratamento de sementes é verticalizado, feito pela própria Corteva. “A marca Pioneer® atua direta­mente com representantes comerciais e, em algumas regiões do País, tam­bém acessa os agricultores por meio de cooperativas e distribuidores. Já a marca Brevant™, que lançamos no iní­cio do ano passado, está voltada para os agricultores que preferem comprar seus insumos em distribuidores e co­operativas”, explica Barreto.

Com a chegada de Cordius, a em­presa completa sua estratégia de desenvolvimento de tecnologia de ponta em sementes. “Temos o mais completo pacote de soluções, que inclui desde o desenvolvimento dos melhores produ­tos, passando pelo tratamento de se­mentes e, agora, a oferta de variedades de soja no modelo de licenciamento de germoplasma com genética de alta per­formance”, explica Pflug.

Este conteúdo é patrocinado por Corteva.

Gostou? Compartilhe!