IAC vai estudar vestimentas para aplicação de agroquímicos

15 de julho de 2019 2 mins. de leitura
Dois novos laboratórios serão voltados à análise de equipamentos de proteção individual (EPIs), tais como roupas e luvas

O Instituto Agronômico (IAC), da Secretaria de Agricultura paulista, inaugura nesta segunda-feira, 15, dois laboratórios em Jundiaí (SP) voltados à análise de vestimentas e luvas usadas para aplicação de agroquímicos no campo e pesquisas na área.

O investimento foi de cerca de R$ 500 mil. O IAC já avalia 65% dos modelos de vestimentas vendidos no País – o Ministério do Trabalho exige do fabricante certificado de aprovação. O laboratório também realizará estudos como, por exemplo, sobre o que fazer com a vestimenta após sua vida útil, de no máximo um ano.

Já o laboratório de luvas é o primeiro do mundo dedicado 100% à avaliação do produto e poderá fazer análises com base na ISO 18.889, norma para certificações de luvas para agroquímicos.


Leia mais
> Aplicação de defensivos por drones será normatizada
> O termo agrotóxico só existe no Brasil


O pesquisador Hamilton Ramos, coordenador do programa de qualidade de equipamentos de proteção para a agricultura do IAC, diz que o instituto fará as validações, apesar de o Ministério do Trabalho ainda não exigi-las – o pré-requisito atual é a certificação para uso com químicos em geral. “Por enquanto a avaliação feita pelo IAC será voluntária”, diz.

Coluna Broadcast | Agro

Gostou? Compartilhe!