Governo anuncia Plano Safra de R$ 222,7 bilhões

18 de junho de 2019 2 mins. de leitura
A confirmação de R$ 1 bilhão para o programa de subvenção do seguro rural é um dos destaques do anúncio

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o governo anunciou R$ 222,7 bilhões para os financiamentos do próximo Plano Safra 2019/2020, que entra em vigor no próximo dia 01 de julho e vai até 30 de junho do ano seguinte.

Como era esperado, o governo aumentou as taxas de juros. Para os grandes produtores, a alíquota será de 8% ao ano, ante 7% na safra 2018/19. Para os médios, a taxa se manteve em 6% ao ano.  Já as alíquotas para os pequenos serão de 3% a 4,6% ao ano. No cômputo geral, as taxas de juros do Plano Safra 2019/2020  oscilarão entre 3% e 10,5% ao ano para linhas de crédito de investimento.

O plano destinará R$ 23,7 bilhões em crédito para médio produtor (Pronamp), R$ 50,7 bilhões em linhas de crédito para grandes produtores, R$ 69,1 bilhões em recursos com juros livres e R$ 55 bilhões oriundos de captações de Letras de Crédito do Agronegócio (LCA). O governo federal também confirmou R$ 1 bilhão para o programa de subvenção ao seguro rural.


Leia também
> Anúncio do Plano Safra é adiado
> Plano Safra dará mais atenção ao pequeno agricultor


“Mais um número inédito. R$ 1 bilhão para subvenção do seguro rural. Estimamos que a área segurada alcance 15,6 milhões de hectares, com mais de 212 mil apólices num total segurado de R$ 42 bilhões”, disse Tereza Cristina, ministra da Agricultura.

Os R$ 222,74 bilhões do Plano Safra 2019/2020 é a soma o crédito destinado ao Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que é de R$ 31,22 bilhões, por causa das mudanças na estrutura do ministério feitas pelo governo de Jair Bolsonaro. Ou seja, o crédito liberado para o Plano fica em linha com o montante do ano passado que foi de R$ 194 bilhões.

Com Broadcast | Agro

Gostou? Compartilhe!