Bradesco mira nos grandes produtores

3 de junho de 2019 1 min. de leitura
Antes focado nos pequenos e médios agricultores, a instituição financeira agora quer dar suporte aos fazendeiros maiores, que terão menos suporte do governo no próximo Plano Safra
Bradesco deve focar nos produtores de grande porte
O Bradesco projeta encerrar o primeiro semestre com uma carteira de crédito para o setor agropecuário na faixa de R$ 25 bilhões, ante R$ 18,5 bilhões no encerramento de 2018. Até o fim do ano, o banco quer chegar a R$ 30 bilhões, o que elevaria a sua participação de mercado de 7% para 10%. Com forte atuação junto a pequenos e médios produtores, o Bradesco agora mira os grandes agricultores, que terão menos suporte do governo no Plano Safra 2019/20.
“Vamos aumentar a estrutura, com profissionais e novos produtos, para ganhar participação”, diz Roberto França, diretor de Agronegócio da Área de Empréstimos e Financiamentos.
Até o fim de junho o Bradesco vai concluir a abertura de 14 plataformas específicas de atendimento ao agronegócio. Doze já foram inauguradas, sendo a mais recente em Luís Eduardo Magalhães (BA), aberta na semana passada durante a Bahia Farm Show. Duas outras unidades, uma no Norte e outra também no Nordeste, estão sendo instaladas. Confira a íntegra da Coluna Broadcast Agro.
Gostou? Compartilhe!