BNDES suspende financiamentos às vésperas da Agrishow

16 de abril de 2019 2 mins. de leitura
Desde semana passada, Moderfrota e Inovagro, linhas de crédito para máquinas e inovação no agronegócio estão cortaas
Recursos das principais linhas de financiamento, Moderfrota e Inovagro, já acabaram
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) suspendeu desde 11 de abril os pedidos de financiamento do Moderfrota, linha de crédito para máquinas e equipamentos agrícolas, e do Inovagro, programa de financiamento para investimentos em inovação do agronegócio. Uma circular informando os bancos repassadores foi publicada no site do BNDES. Com juros subsidiados, as duas linhas desembolsaram R$ 7,1 bilhões ano passado. Segundo a circular, os pedidos de empréstimo foram suspensos “em razão do comprometimento total dos recursos disponíveis para as citadas Linhas de apoio para o Ano Agrícola 2018/2019”. “O BNDES mantém discussões junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento na avaliação de alternativas para remanejamento de recursos equalizáveis pelo Tesouro Nacional para os citados Programas, para o Ano Agrícola 2018/2019”, diz o texto. O Moderfrota liberou R$ 6,604 bilhões em 2018, alta 3,7% ante 2017, sem descontar a inflação. Até 2014, a linha era pequena, com desembolsos na casa dos milhões. Em 2015, houve um salto, com R$ 4,221 bilhões liberados, em valores da época. Em 2016, o Moderfrota teve orçamento de R$ 4,04 bilhões e desembolsou R$ 5,573 bilhões. Confira a íntegra da matéria de Vinicius Neder para o Estado.
Gostou? Compartilhe!