Seis novos adidos agrícolas são nomeados

26 de novembro de 2018 2 mins. de leitura
Profissionais são estratégicos nas relações comerciais com outros países e ajudam o Brasil a responder de forma rápida às demandas
Seis novos adidos agrícolas foram designados e se juntarão a outros 14 profissionais que atuam no exterior, informou o Ministério da Agricultura. Para o posto junto à União Europeia, em Bruxelas, foi designado Guilherme Costa, que reforçará o trabalho do atual adido Márcio Rezende. Na Colômbia, atuará Marcus Vinicius Segurado Coelho; no Canadá, a representante será Luciana Pimenta Ambrozevicius; no Marrocos, Nilson César Castanheira Guimarães. No Egito, o adido será Cesar Simas Teles, e, na República da Indonésia, o cargo será ocupado por Gustavo Bracale. As nomeações foram publicadas na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União. O mandato do adido é de dois anos, com possibilidade de renovação por mais dois. Os novos adidos estarão na próxima semana em São Paulo para visita ao Porto de Santos e encontros com representantes de entidades do setor privado. “Os adidos são profissionais capazes de se antecipar às mudanças constantes nas exigências dos países importadores de produtos agrícolas e de responder, de forma rápida e tecnicamente consistente, aos vários questionamentos feitos pelos parceiros comerciais do Brasil”, explicou, em nota, Odilson Ribeiro e Silva, secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura. (Fonte: Broadcast Agro)
Gostou? Compartilhe!