Safra de café em 2019 será menor

17 de janeiro de 2019 1 min. de leitura
A projeção da Conab é de uma colheita de no máximo 54,5 milhões de sacas, uma queda de 12% em relação ao ciclo anterior
A produção de café no Brasil em 2019 deve atingir entre 50,48 milhões a 54,48 milhões de sacas de 60 kg. O resultado corresponde a uma diminuição de 18,1% a 11,6%, em comparação com a safra do ano passado, que foi recorde de 61,7 milhões de sacas. Os números fazem parte do primeiro levantamento sobre a safra de café de 2019 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado hoje. Conforme a Conab, a queda na produção pode ser atribuída em grande parte à influência da bienalidade negativa nos cafezais, “processo natural em que a planta se recupera do maior direcionamento de energia para a frutificação na safra anterior, sobretudo na espécie arábica”. A produção de arábica está estimada entre 36,12 milhões e 38,16 milhões de sacas, representando uma redução comparativa à colheita passada de 23,9% a 19,6%, respectivamente. Já o conilon (robusta) tem comportamento inverso e cresce a uma taxa de 1,3% a 15,2%, com possibilidade de atingir entre 14,36 milhões e 16,33 milhões de sacas, respectivamente, favorecido principalmente por situações climáticas favoráveis e por não sofrer tanto os impactos do ciclo bienal. Broadcast | Agro          
Gostou? Compartilhe!