Dois setores com enorme potencial: agro e petróleo

1 de agosto de 2018 1 min. de leitura
A atividade econômica continua devagar-quase-parando e o desemprego, capengando. A campanha eleitoral começa a tomar corpo. Está mais do que na hora de decidir para onde queremos ir. A indústria tradicional, alimentada com créditos subsidiados, reservas de mercado, desonerações, proteções alfandegárias e um Refis depois do outro, só continua aí porque determinados navios demoram para afundar. Mas […]
A atividade econômica continua devagar-quase-parando e o desemprego, capengando. A campanha eleitoral começa a tomar corpo. Está mais do que na hora de decidir para onde queremos ir. A indústria tradicional, alimentada com créditos subsidiados, reservas de mercado, desonerações, proteções alfandegárias e um Refis depois do outro, só continua aí porque determinados navios demoram para afundar. Mas estão, sim, afundando. O mesmo acontece com o emprego, tal como o conhecemos, outra embarcação a perigo. Clique aqui e confira a coluna de Celso Ming na íntegra.
Gostou? Compartilhe!